Quick Start    ( GESTA explicada em dois passos )

A “filosofia” KISS (Keep It Short & Simple) levada ao extremo?
Bem, Leonardo da Vinci disse, há mais de 500 anos, que
“A simplicidade é o expoente máximo da sofisticação”...

A versão Quick Start usa a mecânica integral de Gesta mas com um foco ainda maior na essência do sistema.

Explicação sucinta de Gesta

Durante uma aventura os personagens são defrontados com
DESAFIOS.
Os desafios dividem-se em dois tipos:

TAREFAS (o personagem tenta ultrapassar uma situação) E
CONFRONTOS (o personagem tenta vencer um figurante)

Exemplos de TAREFAS:

Abrir um cadeado sem ter a chave (
manusear), saltar o fosso do castelo (acrobacia), detetar vestígios de veneno numa taça (alquimia), ler um pergaminho numa escrita antiga (história), atingir um alvo com um mosquete (tiro).

Exemplos de CONFRONTOS:

Vencer um duelo de espada (
esgrima contra esgrima), passar o portão sem ser detetado pela sentinela (furtividade contra perspicácia), regatear o preço de uma arma rara no mercado (persuasão contra persuasão).

Como é que funcionam os DESAFIOS?

Resolução de TARFAS

O Mestre de Jogo indica qual a Perícia mais adequada e qual a
DIFiculdade da Tarefa.
O jogador lança
2d6 e soma esse valor ao da Perícia (”caixinha” azul).
Se o resultado final for igual ou superior à
DIFiculdade, o personagem é bem sucedido. Caso contrário, não.
Exemplo: O Mestre de Jogo diz
Forçar a fechadura da porta requer sucesso num teste à perícia
Manusear com DIFiculdade 14.

O jogador verifica qual é a chance na sua perícia Manusear e soma-lhe
2d6.
Se este resultado for igual a 14 ou mais, conseguiu, de outro modo, não.

Resolução de CONFRONTOS

Cada Personagem envolvido no confronto lança
2d6 e soma à Perícia indicada.
O valor mais alto ganha!


atualizado em Abril de 2022